sábado, 12 de julho de 2014

HISTORIA DA IGREJA DOS ESTADOS UNIDOS

                            
                                        MOVIMENTO PENTECOSTAL NA HISTÓRIA

   O pentecostalismo é resultado de uma grande sede espiritual e em razão desta sede muitos grupos passaram a buscar a DEUS intenssamente.Cristãos de varias denominações buscavam naqueles tempos de modernismo teológico e abandono da bíblia,um verdadeiro derramar do poder do alto.com a chegada dos dois grandes avivamentos nos estados unidos ,do pietismo ,do metodismo e do avivamento evangélico na Europa,pregadores calvinistas,luteranos e arminianos passaram a enfatizar o arrependimento e a piedade e a vida cristã.

  Com a chegada do reavivamento no fim do século XVII é inicio do século XVIII na Europa e na América do Norte, os pregadores calvinistas, luteranos e arminianos passarem a enfatizar o arrependimento e a piedade na vida cristã. Qualquer estudo do Pentecostalismo tem de se a ter aos eventos desse período, especialmente à doutrina da perfeição cristã ensinada por  João Weley o pai do Metodismo e pelo seu assistente João Fletcher. A publicação por Wesley de A Short Account of Chistian Perfection (1760) conclama seus seguiores a buscarem uma nova dimensão espirtual. Essa Segunda obra da graça, posterior  à conversão  libertaria os crentes de sua natureza moral imperfeita, que os tem induzido ao comportamento pecaminoso.  
No que diz respeito ao Metodismo, esse fora desenvolvido por este ex-pastor anglicano chamado John Wesley no século XVIII que considerava a salvação como um processo e não como algo já estabelecido e decidido como pensava os calvinistas em sua doutrina da predestinação. Para John Wesley é importante considerar a justificação “da fé na salvação, isto é, da convicção de ter-se remido assim como do sentimento de arrependimento, o que conduz à conversão” . Além disso,  ele também considerava importante a santificação, “que é o processo de salvação e a manifestação do Espírito Santo” Dessa forma John Wesley segundo Corten, “insiste na imediaticidade da salvação, atualização operada pelo Espírito Santo’ Essa doutrina  chegou à América do Norte  e inspirou o movimento de Santidade. Influenciou os cristãos a viver uma vida santificada, mas sem mencionar o falar em outras línguas. Aos que procuravam receber a “Segunda  benção era ensinado que cada cristão tinha que esperar (Lc 24: 49) pela promessa do batismo com o Espirito Santo. A crença numa segunda obra não ficou confinada ao circulo metodista, segundo Stanley.                                    
Embora a teologia reformada haja identificado o batismo no Espírito  com a conversão, alguns reavivalistas, dentro dessa tradição, aceitavam o conceito  de uma  segunda  obra  da graça  para revestir  de poder, acreditavam no conceito de uma segunda  obra  da graça para revestir  os cristãos no poder  do alto. Entre eles se encontrava  Dwight L. Moody e R.A Torrey. Apesar desse revestimento de poder  acreditavam  na santificação, mantinha-se em sua obra  progressivo outro personagem chave e o presbiteriano, A B.Simpsom, fundador da Aliança Cristã e Missionária, cuja forma de pensar teve grande impacto na formação doutrinarias das Assembléia de Deus, enfatizava nitidamente o batismo no Espirito Santo 
Vale destacar também que no século XVII o movimento puritano “Qualquer” na Inglaterra, apresentou traços semelhantes  aos que descrevemos anteriormente. “Jorge Fox ( 1642- 1691) líder deste seguimento cristão, passou a pregar, a partir  de 1647  que “o Espirito  Santo de Deus não fala somente pelas as escrituras”, mas que também o faz diretamente através daqueles que “interiormente são iluminados”. Afirma ainda que fosse preciso rejeitar o ministério profissional dos clérigos”. Este tipo de pregação utilizada nos avivamentos desse período adaptou-se  à sociedade norte-americana, cujo avanço dependia das aspirações  e do desempenho dos pioneiros imigrantes que começavam vida nova em nova terra. Nisto o avivamento diferenciava-se  do calvinismo tradicional, que tinha em sua doutrina a questão  da incapacidade humana  e da soberania total de Deus, com certo elitismo que  chocava  com o pensamento popular. “O protestantismo norte-americano foi marcado pelo voluntárismo, o avivamento de forma geral pregava  “que “ todos poderiam estar sobre a graça de Deus”. Enquanto o calvinismo tradicional considerava a graça acessível apenas para os escolhidos, com reflexos na vida secular. O pentecostalismo tendo origem nas doutrinas  de Jonh Wesley, o qual acreditava que o homem devia após a justificação dedicar-se à santificação.
Desta doutrina apropriaram  evangelistas  e teólogos  que faziam parte do movimento de santificação (holiness), surgido nos EUA, em meados do século XIX. Segundo Campos, “Este movimento separou-se dos metodistas carismáticos, distinguidos conversão e santificação  e denominando esta ultima de “batismo no Espirito Santo”. Campos enfatiza:  . Entre 1880 à 1923 surgiram cerca de duzentas denominações  (grupos de orações ) nos EUA. Assim forão surgindo os primeiros movimentos um deles, Ricgard G. Sperling, pastor batista licenciado, promoveu reuniões na Carolina do Norte, marcada por intensa glossolalia (Falar em línguas estranhas). Mas foi Charles Fox Parham, “evangelista metodista dos movimentos de santidade”  quem realmente aprofundou a discussão em torno do batismo do Espirito Santo. “Convencido pelos seus próprios estudos de Atos dos Apóstolos  e influenciado por Irwin Sandford, testemunhou Parham um reavivamento notável na escola Bethel  Topeka Kansas, em janeiro de 1901”              
  Parham propôs aos seus alunos a seguinte questão: Existe uma evidencia bíblica  para o batismo do Espírito Santo?  Após um tempo de pesquisa na bíblia, os estudantes chegaram à conclusão de que  a glossolalia  era o sinal que procuravam. Se havia tal evidência na bíblia faltava uma experiência em que alguém falasse as novas línguas. Esse fato ocorreu na passagem de ano de 1901. Durante uma vigília, Agnes Ozman ( uma das alunas de Parham ) sentiu a necessidade de receber as preces e imposição de mãos, com a oração, Agnez falou em outras línguas, era o começo do pentecostalismo nos EUA.  
Em  1905  Parham criou a escola bíblica de Houston no estado do Texas. Dentre seus alunos estava W.J. Seymour que era um pregador negro procedente de Holiness. Convencido  de que a glossolalia  sinalizava  o batismo do Espirito Santo, Seymor  passou  a destacar esta experiência em suas pregações. Quando foi para Los Angeles, falou em uma igreja dos nazarenos, mas acabou proibido de continuar suas exposições, mas devido a insistência com que tratava  a nova doutrina  e o escândalos aos olhos dos protestantes conversadores. Seymour passou a realizar as reuniões em uma casa, no dia 06 de abril de 1906 oito pessoas entre elas  um menino foram batizada com o Espírito Santo e falaram novas línguas. Seymour se se transferiu  para um velho templo metodista  na rua Azuza, onde por três anos  sucederam reuniões  dia e noite, segundo Stanley.                                     Topeka contribuiu para o reavivamento  da Rua Azuza em Los Angeles, as noticias das chuvas serôdias (Jl 2.23) espalharam-se rapidamente por outros países através  do jornal  de Seymour  Apostolic Faith, mediante os esforços dos que saíram  das reuniões da Rua Azuza às várias partes da América  do Norte e ao estrangeiro. Embora ocorrido outros avivamento reavivamento pentecostais importantes, a complexidade e a importância do reavivamento de Los Angeles continua a ser um desafio aos historiadores.

Fonte  ministerio

    O PRINCIPIO DO AVIVAMENTO PENTECOSTAL SECULO 19.

  O final do seculo 19 e incio do 20 ,foi um tempo de incertezas,duvidas e uma época de imenssas sede espiritual .De um lado ,um decadente abandono das verdades bíblicas e de outro um dogmatismo frio e legalista ,tomaram conte das igrejas.Grupo de crentes criam e buscavam um poderoso avivamento vindo da parte de DEUS.Dentre estes crentes simples ,estavam os alunos do pequeno bethel bible college ,em topeka;estado americano do kansas.Esta escola foi fundada em 1900 por charles parhan,pastor metodista do movimento de santidade.Pouco antes do natal começaram a estudar atos dos apóstolos,e então ,ao estudar o capitulo 2 ,chegaram a conclusão que as línguas são evidencia inicial deste batismo de poder.

  Uma aluna chamada agnes ozman pediu aos colegas que impusessem as mãos sobre ela para que recebesse o batismo no ESPIRTO SANTO .115 PESSOAS estavam presente na véspera do ano de 1901 buscando a face do SENHOR,quando agnes receou o BATISMO NO ESPIRITO SANTO.Foi a primeira pessoa que temos noticia a ser batizadas no ESPIRITO SANTO no seculo 20 .

                      O AVIVAMENTO DA RUA AZUZA 1909

    Por cinco anos parhan e seus alunos pregaram o evangelho da fé apostólica por todo o sudoeste americano.Embora parhan fosse bem sucedido nalgumas reuniões,coube a um aluno seu,william seymor ,ser o difusor do movimento pentecostal.seymor ,era um pregador do movimento holiness..Em 1906 ,seymor foi pregar numa igreja de ascendencia africana do movimento hollines,é bom dizer que esta altura ,seymor ainda não ers batixado  no ESPIRITO SANTO ,porem ,sem ele o saber ,iria conduzir uma das maires reuniões avivalisticas da igreja,o chamando "avivamento da rua azuza"de 1909.Em pouco temop ,a igreja de seymor beirava 1.3 mim pessoas.Em todo o pais ,o avivamento da rua azuza se reproduziu ,e na cidade de chicago em particular,onde dois jovens imigrantes suecos receberam a promessa e posteriormente DEUS OS COMISSIONARIA PARA O BRASIL.

                           MEMORIAS DO AVIVAMENTO AZUZA

RELATO DO PASTOR PIONEIRO EM AZUZA REFLETE COMO RELEVANTES PONTOS DOUTRINARIOS ERAM INTERPRETADOS.   
Depois de um periodo de um periodo de oração ,o Senhor me mostrou que deveria voltar á reunião que havia sido transferido da RUA BONNIE BRAE PARA A RUA AZUZA,312 diz frank bartleman."Haviam alugado uma casa antiga de madeira que fora antes uma igreja metodista ,no centro da cidade ,e que durante muito tempo não fora usada para reuniões.Tornam-se um depósito de madeira velha e cimento ,mas agora limparam a sujeira e o entulho retirado foi suficiente para dar lugar a umas tabuas no meio do salão ,em cima de barris velhos.desta forma,dá lugar para cerca de 30 pessoas,se me lembro corretamente.Sentavam-se formando um quadrado uns para os outros.Senti tremenda força interior para ir a reunião daquela noite".frank bartlemam"Era minha primeira visita á missão AZUZA.Mamãe  wheaton,que estava vivendo conosco naquela época,iria tambebém.Ele era tão vagarosa no andar que eu mal conseguiria espera-la.Chegamos lá finalmente e encontrei cerca de 12 irmãos ,os irmãos de SEYMOUR dirigindo os trabalhos.
       Frank b."arca  do SENHOR' começou a se mover vagarosamente ,mas com firmeza em AZUZA.No principio era carregada nos ombros dos sacerdotes indicados por ele mesmo.Não tinhamos nenhuma"carroça nova na naqueles dias para agradar as multidões mistas e carnais.Tinhamos de combater contra satanas,mas a 'arca"não era puxada por bois.Os sacerdotes estavam "vivos para Deus",atravez de muita preparação e oração.O dicernimento não era perfeito ,e o inimigo tirou algum proveito disto,e trouxe algumas criticas ao trabalho ,mas os irmãos logo aprenderam a apartar o precioso do vil.Todas as forças do inferno estavam combinadas contra nós ,no principio.Nem tudo era bençãos.Na realidade ,a luta foi terrivel.Satanas procurava  como sempre ,para destruir o trabalho ,se possivel .Mas o fogo não podia ser apagado.Irmãos fortes haviam se reunido com ajuda do SENHOR.Aos poucos se levantou uma onda de vitória.MAS TUDO ISTO VEIO DE UMA PEQUENINA CHAMA.
  Frank b."preguei uma menssagem na minha primeira reunião em AZUZA,e dois irmãos falaram em linguás.Muita bençãos pareciam acompanhar estas manifestações.Logo todos já sabiam que o SENHOR estava operando na RUA AZUZA e pessoas de todas as classes começaram a  as reuniões.Muitos estavam apenas curiosos e não acreditavam ,mas outros tinham fome da presença do SENHOR.Os jornais começaram a ridicularizar e a debochar das reuniões ,oferecendo -nos ,desta maneira muita publicidade gratuita ..Isto trouxe as multidões.O diabo superou-se a si mesmo outra vez.Perseguições extremas nunca fazem mal á obra.Tinhamos de nos preocupar mais com os espiritos malignos que trabalhava dentro da obra.Até mesmo espiritas e hipnotizadores vieram investigar o que fasiamos e tentavam nos influenciar.Apareceram então todos os descontentes religiosos e charlatões ,procurando um lugar para trabalhar.Estes são os que nos causavam mais temor ,porquanto constituem sempre perigo para todos os trabalhos que estão sendo inciados,e não encontram guarida noutros lugares.Esta situação lançou medo sobre muitas pessoas ,o que foi quase insuperavel e impediu muito ação do ESPIRITO SANTO.Varias pessoas temiam buscar a DEUS por pensar que o inimigo poderia pega-las.
      FRANK B."Descobrimos ,logo no inicio que ,quando tinhamos de segurar a arca (1cr13.9),o SENHOR parava de trabalhar .Não ousavamos chamar muito a atenção do povo para o que o maligno tenteva realizar ,pois o resultado seria medo.Só podiamos orar:então DEUS nos deu vitória .Havia a presença de DEUS conosco atrvez da oração ;podiamos contar com ela.Os lideres tinham uma experiência bastante limitada ,e a grande maravilha é que o trabalho tenha sobrevivido contra seus poderosos adversarios.Mas era de DEUS.era este o segredo.

             EXPERIENCIAS COM ESPIRITO SANTO EM AZUZA 

   FRANK B."Nos primeiros dias da missão AZUZA,tanto o ceu e inferno pareciam ter chegado a cidade.Os homens estavam a ponto de estourar e havia uma poderosa convicção sobre o povo em geral.As pessoas pareciam cair aos pedaços até na rua ,sem nenhuma provocação.Havia como que uma cerca em volta da missão AZUZA feita pelo ESPIRITO SANTO .Quando  o povo atravessava ,a sois ou tres quarteirões de distancia ,era tomado pela convicção dos seus pecados.O trabalho era cada vez mais claro e forte em AZUZA.Deus operava poderosamente .PARECIA QUE TODOS TINHAM QUE IR A RUA AZUZA.Havia missionarios vindos da africa .india ,e ilhas oceanicas.
       FRANK B."pregadores e obreiros atravessava o continente ,e vinham de ilhas distantes ,motivados por uma atração irresistivel por los angeles."congregai meus santos"sl 50.1-7).Haviam sido chamados para assistir ao PENTECOSTES,embora não soubessem.Era chamados de DEUS  O QUE ESTAVA OCORENDO LA.Reuniões indenpendentes ,em lonas e reuniões ,começaram a fechar por falta de gente.Seus membros estavam todos em AZUZA.O irmão e a irmã   garr fecharam o auditório "sarça ardente "e vieram a AZUZA para serem batizados no ESPIRITO SANTO,E LOGO FORAM PARA INDIA ESPALHAR A CHAMA.Houve muita perseguição ,principalmente por parte da imprenssa.Escreviam coisas incriveis ,mas isso só fazia que mais gente viesse.Muitos deram ao movimento seis meses de vida.Em pouco tempo havia reuniões noite e dia sem interrupção.Todas as noites a casa estava lotada.Todo o prédio em cima e embaixo havia sido esvaziado e estava sendo utilizado .
   O amor divino se manifestava maravilhosamente nestas reuniões.Não se permitia nem sequer uma palavra indelicada contra os inimigos ou outras igrajas.A menssagem era o amor de DEUS.Era e como se o primeiro amor da igreja primitiva houvesse retornado.O BATISMO NO ESPIRITO SANTO como o recebiamos no principio,não permitia que penssacemos o mal contra qualquer criatura.O ESPIRITO  SANTO era muito sensivel ,como uma pomba delicada.A pomba não fel,sabiamos ,imediatamente ,quando magoavamos o ESPIRITO SANTO POR MEIO de um penssamento ou de uma palavra.Pareciamos viver num mar de puro amor divino.O Senhor lutava por nós naqueles dias.Nós nos submetemos ao seu julgamento em todos os assuntos,nuca buscando defender o nosso trabalho ou a nossa pessoa.Viviamos em sua maravilhosa e real presença.E nada contrario ao seu puro espirito santo ERA PERMITIDO.
     O falso era separado do real pelo santo espirito de DEUS.A propia palavra de DEUS era que resolvia todos os assuntos.O coração do povo,tanto em ação como em motivação ,era descoberto até o cerne mais profundo .Não era nenhuma brincadeira tornar-se menbro do grupo (atos 5..13)a não ser que levasse as coisas a serio ,e quisesse ir até o fim.Naquele tempo,para receber o batismo era necessario passar pela morte e por um processo de purificação .Tinhamos uma sala especial em cima para aqueles que buscavam com mais fervor o batismo ,embora muitos fossem batizados no ESPIRITO SANTO também em plena reunião.Muitas vezes eram batizados enquanto estavam sentados .Na parede da sala especial estava escrito "é proibido falar"Não sabiamos nada de conquistar pelo barulho naquela época".
   FRANK B."O espirito santo operava profundamente.Uma pessoa inquieta ou que falasse sem pensar era logo reprendida pelo ESPIRITO SANTO.Estavamos sem terra santa.Esta atmosfera era insuportavel para os carnais .Geralmente passavam bem longe daquela sala,a não ser que já houvessem sido subjugados e esvaziados pelo ESPIRITO SANTO.SÓ IAM PARA OS QUE VERDADEIRAMENTE BUSCAVAM A DEUS OS QUE ESTAVAM SÉRIOS COM ELE.Este não era um lugar para manifestações emotivas nem para desmaios ou dar vazar a sentimentos negativos.Os homens não gritavam naquele tempo.Eles busvam a misericórdia do SENHOR,diante do seu trono.SUA atitude era de quem tirava os sapatos por estar em terra santa.

                         AÇÃO DO ESPIRITO SANTO NA MUSICA 

     FRANK B."                  Sexta -feira 15 de junho ,em AZUZA ,o ESPIRITO DERRAMOU o coro celestial em minha alma.Encontrei -me de repente ,unindo -me aos demais que haviam recebido esse dom sobrenatural.Era uma manifestação espontanea  e de tal arrebatamento que nenhuma língua humana poderia descrever.No incio esta manifestação era maravilhosamente pura e poderosa.Ninguém poderia compreender esse dom de canticos em línguas espirituais além daqueles atravez dos quais se manifestava.Era realmente um novo cantico no ESPIRITO .Quando o ouvia pela primeira vez numa reunião ,um grande desejo entrou em minha alma por recebe-lo.Achava que expressaria muito bem todos os meus sentimentos reprimidos.Eu ainda não falara em linguas.A nova canção ,no entanto ,me conquistou.Era um dom de alto nivel e apareceu entre nós logo no começo do trabalho em AZUZA.Ninguem havia pregado sobre isso. O senhor havia derramado sobrenamentente o "restante do azeite"o batismo e chuva seródia.Manifestava-se á medida que o ESPIRITO SANTO impulsionava as pessoas que tinham o dom ,individualmente ou em grupo.As vezes era sem palavras ,outras vezes em linguas.O esfeito sobre o povo era maravilhoso.Havia uma atmosfera celestial ,como se os própios anjos estivessem presentes e houvesse se se unido a nós.Provavelmente isto ocorria mesmo parecia fazer cessar toda critica e oposição ,e era dificil até para os impios nega-lo ou ridiculariza-lo.
          FRANK B."  Alguns condenam esses canticos novos sem palavras.Mas não foi o som  dado antes de linguagem?E  não inteligencia sem linguagem?Quem compos a primeira música?Temos sempre se seguir a composição da algum homem que veio antes de nós?Somos por demais adoradores da tradição.O falar em linguas não esta de acordo com a sabedoria ou com conhecimento humano.E por que não um  dom de canticos espirituais?De fato ,estes são um desafio aos canticos religiosos de ritmo moderno que usamos hoje.E provavelmente foram dados com este proposito.Entretanto ,alguns do antigos hinos são muito bons da cantar também ,e não devem ser despezados.Alguem disse que cada novo avivamento traz sua própia hinologia.E isto realmente aconteceu conosco.No principio ,em azuza ,não tinhamos instrumentos musicais.Na realidade ,não sentiamos necessidade deles.Não havia lugar para ele sem nosso louvor.Tudo era esponteneo.Não cantavamos nem com hinarios.Todos os hinos antigos eram cantados de memória .vivificados pelo ESPIRITO SANTO"era provavelmente o mais cantado."veio o consolador".Cantavamos com coração cheios dessa experiência nova e poderosa.OH,como o poder de DEUS NOS ENCHIAe nos comovia.Os hinos sobre o sangue de jesus também eram muito populares."a vida esta no sangue".as experinecias do sinai ,calvario e pentecostes tinham seus lugares certos no trabalhos em azuza.Contudo ,as novas canções eram totalmente deferentes,pois não podiam ser falsificados com sucesso.O corvo não podia imitar a pomba.
    FRANK B."  Mais tarde começaram a desprezar esta dom o ser humano se impos outra vez.Colocaram-no para fora com o uso do hinario  e hinos selecionados pelos lideres.Os  ANTIGOS HINOS SÃO PROFANADOS pelas mudanças e procuram produzir novos estilos todos os anos para que haja as vezes mais lucro.Há muito pouca coisa espiritual neles.naqueles dias era sopro de DEUS tocando as cordas dos corações das pessoas ou nas cordas vocais .As notas eram maravilhosamente doces no volume como na duração.Eram as vezes impossiveis humanamente ,era o cantar no ESPIRITO.

                                 A LIDERANÇA DA RUA AZUZA

         O irmão seymour foi aceito como lider nominal.Mas não havia papa ou hierarquia.Eramos todos irmãos.Não tinhamos progamas humanos.O SENHOR MESMO LIDERAVA .,não havia uma classe sacerdotal.Estas coisas surgiram depois ,a medida que o movimento se distanciou .No  principio não tinhamos nem plataforma ,nem pulpito.Todos estavam no mesmo nivel.Os ministros eram servos na verdade concepção da palavra.Não homenageavam os homens pelo que tinham a mais de recursos ou instrução ,mas pelos dons que DEUS lhes dera.O irmão Seymor geralmente ficava sentado atras de duas caixas vazias uma em cima da outra.Usualmente mantinha a cabeça dentro de uma delas,durante o culto em oração.Não havia orgulho aqui.OS cultos eram quase que continuos   .Almas sequiosas podiam ser encontradas sob o poder de DEUS quase a qualquer hora de dia ou de noite.Nunca o local estava fachado ou vazio.O povo vinha encontrar-se com DEUS,ele estava ali;por isso a reunião era continua e não carecia de liderança.
      FRANK B." A presença de DEUS tornava-se mais e mais maravilhosa.Naqueles antigo prédio de teto baixo e piso descoberto.O orgulho  e a auto afirmação  a auto importancia e a auto estima não podiam sobreviver ali .o ego religioso  pregava rapidamente seu pŕopio sermão de aniquilação.Nenhum, assunto ou pregação  era anunciado de antemão e nenhum pregador especialista para essa hora.Ninguem sabia o que queria acontecer e nem o que DEUS faria.Tudo era esponteneo ,comando pelo ESPIRITO.QUERIAMOS OUVIR DEUS ATRAVEZ DE QUEM ELE FALASSE.!Não faziamos acepção de pessoas .Os ricos e cultos eram iguais aos pobres ,ignorantes ,e eram  muito mais dificil para aqueles morrerem.Só reconheciamos a DEUS,todos eram iguais.Nenhuma pessoa poderia gloriar-se na sua presença,,e ele não podia usar quem tivesse opiniões própias.Eram reuniões do espirito santo ,guiadas pelo SENHOR.
       O  avivamento tinha de começar num ambiente humilde para o elemento egoista  e humano não encontrasse...Todos caiam a seus pés com humildade.todos  se assemelham e tinham tudo em comum ,neste sentido pelo menos. O teto era baixo e por isso as pessoas altas deviam dobrar-se.Ao chegarem a azuza já tinham se humilhado ,e estavam preparadas para  as bençãos .Aforegem estava preparada para ovelhas ,,todos podiam alcança-las.As reuniões começavam espontaneamente com testemunhos,louvor e adoração.Os testemunhos nunca eram apressados pela agitação do homem.Não tinhamos um progama preestabelecido que tinha de ser empurrado de qualquer maneira.Nosso tempo pertencia a DEUS,tinhamos verdadeiros testemunhos vindos com experiencias,se não for assim,,quando menores forem os testemunhos melhor é.Uma duzia de pessoas as vezes estavam de pé tremendo sob o poder DEUS.Não precisavamos que um lider nos indicasse o que fazer,mas também não havia desordem.Estavamos absorvidos em DEUS nas reuniões atravez da oração.As nossas mentes estavam voltadas exclusivamente para ele e todos lhe obedeciam com mansidão e humildade,em honra nos ..... uns aos outros (rm12:10).

      FRENK B."O senhor podia irromper atravez de qualquer de um.Oravamos por isso .Alguem finalmente ficava de pé ungindo com a menssagem .Todos reconheciam isso e permitiamos que acontecesse.Podia ser uma criança ,um homem ou mulher.Podia ser do banco da traz ou da frente,não fazia diferença.regozijavamos na obra  do SENHOR,ninguém  queria aparecer,só penssavamos em obedecer ao SENHOR.N a verdade havia uma tal atmosfera divina que só um tolo se colocaria de pé sem verdadeira unção.e mesmo assim açao duraria muito.As reuniões eram controladas pelo ESPIRITO diretamente do trono da graça.Verdadeiramente foram dias maravilhosos "..

            DEUS TRATA COM O BATISMO NO ESPIRITO SANTO 

                                                     FRANK .B.
  Homens presunçosos as vezes apareciam em nosso meio,especialmente pregadores que tentavam espalhar suas própias idéias,porem duravam pouco,ficavam sem folego ,suas mentes vagavam ,não podiam continuar,nunca vi ninguém que tivesse tido sucesso naqueles dias;lutando contra o pŕopio DEUS.Ninguem precisa interrompe=lo ,simplesmente ORAVAMOS SE O ESPIRITO SANTO FAZIA O RESTO"Queriamos que o ESPIRITO controlasse tudo,ele os confundia logo.Eram carregados para fora os mortos espiritualmente falando.Geralmente  se humilhavam até o pó ,passando o mesmo processo pelo qual passaremos.Em outras palavras .eram esvaziadas de si mesmo;depois se viam com todas as suas fraquezas e com humildade de criança confessava tudo;DEUS os  "ENTÃO  TRANBORDAVA -OS PODEROSAMENTE ATRAVEZ DO BATISMO NO ESPIRITO SANTO""O VELHO HOMEM MORRIA".COM TODO SEU ORGULHO E ARROGANCIA E  BOA OBRA".No meu começo diz frank b.passei não me suportar.,supliquei a DEUS que colocasse uma cortina entre mim e meu passado ,de tal forma que apagasse até mesmo as minhas derradeiras ações.O senhor mandou que esquecesse cada boa ação como se nunca tivesse realizada;e que prosseguisse adianta como se nunca tivesse feito nada para ELE para que as minhas obras não tornassem uma armadilha contra mim mesmo.Viviamos coisas maravilhosas naqueles dias .Até homens muito bons chegaram a desprezar-se quando viam a luz mais clara de Deus.OS pregadores é que custavam a se entregar,tinham muito para entregar a morte,tanta fama de boas obras ,quando entretanto ,DEUS finalizava sua obra neles com alegria viravam uma pagina e começavam outro capítulo.Portanto havia uma razão para ele lutarem tanto .a morte não é uma razão para eles lutarem tanto ,a morte não é uma experiência agradavel ,e os homens fortes custam a morrer.

       O irmão ansel post diz Frank b. um pregador batista estava sentado numa cadeira no meio da sala numa reunião a noite ,de repente veio sobre ele o ESPIRITO SANTO,deu salto e começou a louvar a DEU Sem linguas abraçando todos os irmãos que pode,estava cheio do amor  de DEUS,mais tarde foi para egito como missionario. 

 Estamos no seculo do centenário só pentecostalismo em solo brasileiro ,sem dúvida alguma o maior movimento de renovação da história da igreja.Nesses mais de cem anos de história é possível percebemos que o pentecostalismo se distingue dos demais movimentos de renovação da igreja graças a sua própria identidade-a doutrina do batismo no ESPRITO SANTO.Foi a  crença de que os crentes poderiam viver a mesma experiência dos primeiros anos do seculo 20 ,o movimento pentecostal.O pentecostalismo é uma prova inquestionavel de que as palavras de Jesus ,registradas nos evangelhos (jo14:16,26;15.26;16.7).(rev.manual do obreiro cpad).

 Aqui faremos uma exposição sobre o que consideramos ser o o principal fundamento pentecostal,isto é a doutrina do batismo .Mas diferente de uma anualize de natureza puramente subjetiva,desejo fazer uma reflexão sobre essa importante doutrina a partir do seu lado pratico e evidente.Posteriormente iremos anualizar alguns dos mais importantes pressupostos dessa identidade pentecostal.Como todo movimento que causou impacto na historia ,o pentecostalismo também possui seus atores e seus ícones.Sem dúvida os nomes de frank bartleman ,donald gee,para citar a primeira e segunda geração ,são verdadeiros icnes dessa história.Em um momento em que o pentecostalismo parece se afastar e até mesmo querer renunciar sua principal identidade ,faz -se necessário passarmos a nossa história em revista.

                                     FRANK BARTLEMAM 

     Frank bartlemam (1871-1936)foi um importante evangelista do movimento de santidade norte americano que recebeu noticias do avivamento no pais de gales,ocorrido em 1904,,passando a dedicar a sua vida a orar e publicar livros e folhetos conclamando outros a orar e buscar um avivamento para cidade de los Angeles,califórnia.No seu livor Azuza:a historia do avivamento ,ele narra sua experiência pentecostal do batismo no Espirito santo."no dia 16 de agosto (1906),á tarde ,o Espirito Santo se manifestou atravez de mim,por meio das linguás .Estávamos em sete ,naquela ocasião.Era um dia de semana.Apos alguns testemunhos e louvor ,tudo ficou quieto,e eu andava silenciosamente de um lado parado ou ,louvando ao Senhor no meu espirito.De repente ,uma vos forte falando em uma língua que eu não conhecia.Mais tarde ,ouvi sobre uma experiencia semelhante na índia.Parecia arrebatar-me e satisfazer totalmente toda a tendencia ao louvor que estava presa dentro de mim.Em poucos instantes ,encontrei-me com algo que independia de minha vontade própria ,enuviando com minhas cordas vocais os mesmos sons que antes ouvira .Era a continuação exata do que eu ouvira alguns minutos.Parecia-me língua perfeita ,senti-me como um espectador.Entreguei -me inteiramente a Deus e fui com simplicidade carregado por SUA vontade,como por um riacho divino.Eu poderia ter me calado se quisesse ,mas não o faria por nada neste mundo.Uma sensação de consiencia celestial se seguiu.E impossível descrever a experiência com precisão .Deve ser expirimentada para ser apreciada.Não houve esforço de minha parte para falar ,e nem a menor luta contra este fluir espontâneo.A experiência era sagrada: O ESPIRITO SANTO  tocava nas minhas cordas vocais como uma harpa sendo tangida pelo vento.Tudo que foi dito foi completa surpresa para mim,pois nunca me esforçava para falar em línguas.PELO contrario ,porque eu não podia compreende-las com minha mente natural,tinha até medo da experiência.Este foi relato da experiência de Frank Bartlemam (1871-1936).(rev.manual do obreiro cpad) 

                   EXPERIÊNCIA DO PASTOR DONALD GEE

 Por outro lado ,Donald gee (1891-1966),foi pastor ,escritores um dos maires lideres renomados do pentecostalismo britânico.GEE se tornou-se um dos maires mestres dentro do movimento pentecostal,tendo escrito vários livros sobre os dons espirituais.GEE descreveu sua experiência pentecostal da seguinte forma:"numa noite de quarta feira em março de 1913,toquei orgão no culto de meio de semana na igreja congregacional(que terminava as 21h pontualmente),e depois corri para desfrutar do restante de reunião de highbury new park).Depois do termino da reunião (aproximadamente ás 22:30min),o irmão que vinha dirigindo o culto ,um respeitável pastor irlandês,colocou-me á prova numa espécie de catecismo .-Tem certeza da salvação?-sim-já é batizado?sim.-já é batizado com o ESPIRITO SANTO?-não-porque não?expliquei lhe a minha versão a "espera"que pareciam uma eternidade.Ele incentivou-me dizendo que isso não era necessário.E,abrindo a sua bilbia ,leu para mim lucas 11:13,e depois marcos 11:24.Então perguntou-me se eu acreditava nesses versículos.Garaebti-lhe que sim,e no momento em que demonstrei-lhe minha fé ,era como se Deus jorrasse do céu para o interior do meu coração ,uma certeza absoluta de que essas promessas esatavam sendo realmente cumpridas em mim.Não tive uma manifestação imediata,mas fui para casa tremendamente feliz,tendo já recebido o batismo com o ESPIRITO SANTO"pela fé",compreendi nitidamente ,entretanto ,fato de que nessa experiência eu havia crido na Palavra DE DEUS,porque tratava-se de manifestação bíblica do Espirito Santo,como no livro de atos e,assim,eu cri totalmente e não pensei em mais nada.Desde aquele instante ,minha alegria e satisfação foram intensas,até que aprendi ,com dificuldade como expressar_me na oração e louvor.Certeza de que Deus havia cumprido de fato sua promessa dava-me convicção.Expirimentei  uma nova plenitude acima das palavras,e descobri que tornava -me cada vez mais dicificil adequar minha voz todo o louvor existente em minha alma.Essa situação continuou duranta duas semanas aproximadamente,e então ,numa noite ,quando estava orando sozinho ao lado de minha cama antes de dormir ,,e quando novamente não encontrei nenhuma palavra em inglês adequada para expressar o transbordamento de minha alma ,descobri que estava começando a balbuciar palavras em uma nova língua .Eu estava numa de êxtase espiritual ,e lancei-me inteiramente no SENHOR .Pela primeira vez,eu ,pessoalmente senti a experiência registrada em 1 cor 14.2.Um louvor crescente afluía agora em minha alma também nas reuniões ,até que comecei a falar em outras línguas publicamente.Cantava muito em outras línguas também quando a pequena congregação era visitada pelo ESPIRITO SANTO a esse fim durante nossos momentos de oração e adoração.Toda minha experiência cristã foi evolucionada.Eu não procurava mais aqui e ali por benção espiritual-eu havia recebido.Todo meu prazer estava na oração,no estudo da bíblia e na comunhão dos irmãos  em Cristo."(rev.manual do obreiro cpad).

                                      STANLEY HORTON  

    O que bartlemam  e gee foram para o pentecostalismo clássico nos seus primeiros anos ,Stanley Horton 1916 o é para atual geração .Horton é neto de Élmer Fischer ,um dos pioneiros do movimento pentecostal,e  é considerado um dos maiores teólogos das Assembleia de Deus norte americana.Em seu livro o avivamento pentecostal as origens e o futuro do maior movimento espiritual de todos os tempos ,relatou sua experiência pentecostal"quando eu tinha 14 anos ,Horton ,meu irmão mais novo e eu passamos o verão com minha tia Ruth ,irmã de minha mãe ,e seu marido ,Wesley r.steelberg ,,pastor da Assembleia de DEUS  em sacramento.Certa vez ,na convenção dos embaixadores pentecostais para cristo ,fui a frente orar com os outros jovens.A presença do Senhor tornou-se tão real que desliguei-me de tudo ,perdendo a noção do tempo.Finalmente um homem bateu no meu ombro e perguntou;você esta bem?As luzes estavam quase todas apagadas ,as pessoas já tinham ido embora,mas não recebi o batismo no Espirito Santo,talvez eu estivesse um pouco hesitante,devido a um fato ocorrido quando eu tinha oito anos.


    Em resposta ,o Senhor faça-me-me lembrar de meu avo,Samuel Horton fez uma delicada operação .Ele tinha 75 anos de idade.No ano de 1936 recebi o batismo no Espirito Santo.O mesmo Espirito Santo tornou Jesus bem real para mim.Pude sentir o seu toque e a sua presença como nuca antes na minha vida.Porém ,com havia falado  apenas algumas palavras em línguas e ainda não totalmente estabelecido da experiência anterior ,comecei a peguntar-me se o que eu havia recebido era realmente o que buscava.Na noite seguinte ,prostei-me diante do altar em oração ,ninguém acercou-me de mim para orar em meu favor ,porque eu já era batizado.Aquilo poderia ter sido um equivoco.As pessoas batizadas precisavam ser encorajadas a prosseguir.Não obstante ,eu disse "Senhor;-se há  nisso ,então eu o desejo." imediatamente ,abri-me uma torneira.E as línguas jorraram.Por quase duas semanas não me foi possível  falar em inglês"(nota rev.manual do obreiro cpad).  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.